Castanhola

Estima-se que as castanholas sejam de origem fenícia e que estejam dentro do território ibérico a pelo menos 3000 anos. Trazidas à região por conta intenso comércio marítimo que se dava no Mediterrâneo. Na Espanha elas se tornam instrumentos altamente difundidos nas manifestações folclóricas, mas também são populares em Portugal e alguns países hispano-americanos.

As castanholas são instrumentos de percussão, pertencentes à classe instrumental idiofônica, ou seja, seu próprio corpo produz o som, assim como os pratos, chocalhos, ganzás e etc.. Atualmente são usadas não somente nas danças folclóricas como também em músicas eruditas e têm sido revisitadas e revistas como instrumentos de percussão viáveis a uma infinidade de manifestações artísticas musicais. Na Espanha é instrumento fundamental e obrigatório aos bailarinos que estudam nos conservatórios. Na região sul pode ser chamada também de Palillo. Dentro do Flamenco é usada mais tipicamente nas Sevillanas e/ou nos Fandangos. Contudo, há muitos bailaores e bailaoras (instrumentistas) que hoje a utilizam em palos como Seguiryas, Soleá entre outros.

O objetivo do curso é fornecer aos estudantes o preparo técnico (rítimico-corporal) para o manejo desse instrumento de modo a estimular a apropriação dele ao repertório-conteúdo flamenco específico do decorrer das aulas.

Ficou interessado?

Entre em contato conosco para saber mais

Campos obrigatórios.